top of page

Formação da Gabriela

Olá Papeleirxs,


Primeiro, queria confessar que minha gramática não é la grande coisa, então se verem algo absurdo por favor me corrijam. Eu como leitora e seguidora de outras pessoas e sites, sempre fico curiosa para saber qual a formação da empreendedora que está por trás. Então vou contar para vocês um pouco da minha trajetória. Uma vez vi um vídeo da Isabela Akkari contando sobre seu começo nos negócios e me motivou muito, vivo pensando nele. Também sinto falta de poder ter um contato mais pessoal com minhas clientes, mesmo tendo os destaques do Instagram, sinto falta de um blog, onde é permitido publicar mais detalhadamente.


Sou de Ribeirão Preto, sempre fui muito extrovertida e sincera/transparente. Tenho uma irmã gêmea, a Victória, mas chamo ela de Tutu. Da primeira série (atual segundo ano) até a quarta/quinta série queria ser modelo, sempre assistia o American Next Top Model com a Tyra Banks. E na sexta série, decidi fazer moda (12 anos). Criei um blog chamado "viva la vida with love" onde postava algumas dicas sobre tudo, mas não divulgava tanto - não existia Facebook ainda. No meu primeiro colegial, mudei o blog para "Blog das Twins" - inclusive ainda está no ar - não sei se quero apagar. Convidei minha irmã para escrever comigo. Foi dando muito certo, chegamos até a desfilar para a Thelure em 2012. *Época que a Renata Penna era gerente aqui em Ribeirão. Recebíamos emails querendo fazer parceria e tudo mais, e eu falava pro meu pai "Pai, contrata alguém para me auxiliar nessa questão de contrato/financeiro porque não tenho muita noção." - tinha 16 anos. Infelizmente no terceiro colegial, eu resolvi parar com o blog porque não dava tempo de fazer inglês, estudar e fazer tarefa, ir na aula de costura e ir nos eventos durante a semana. Eu precisava faltar em muita coisa, não dava para conciliar tudo.


Então com essa vontade de estudar Moda, me formei em Desenho de Moda pela Bauhaus em Ribeirão com a professora Lilian era toda quarta feira durante 1 ano (ela dava aula no Moura Lacerda também, muito boa). E, fiz 3 meses de aula de costura na Sigbol - era um fiasco! Isso me preocupava muito, pois achava que quem não sabia costurar não poderia se formar rsrsrsrs.


Prestei Santa Marcelina no segundo colegial, e no terceiro eu prestei só FAAP. Passei! Isso já era dezembro de 2014. Não sei o que me deu em janeiro de 2015, tive uma conversa com meus pais na mesa de casa, e eles me perguntaram: "Filha, é isso mesmo que você quer?" e eu respondi "Sim, mas eu odeio costurar. E a mentalidade do meu pai de que moda não da dinheiro, de que moda não é profissão e aquela coisa do século passado. "E eles fizeram a seguinte pergunta "Porque você não faz Arquitetura?"


Gente, eu não sabia o que era arquitetura. Não sabia NADA. Era revista e só, mas nunca pensei em nada, como isso como aquilo igual minhas amigas já desenhavam planta aos 5 anos de idade. Eu comprava Vogue Moda não Vogue casa. Tinha sonhos que eu desenhava coleção e acordava de madrugada para desenhar e guardar a ideia. Enfim, eu achando que costurar era um empecilho enorme resolvi fazer Arquitetura. E assim fiz minha graduação em Arquitetura e Urbanismo na FAAP (pedi transferência de curso). Estagiei na CDHU e com o Paulo Azevedo. #MeFormeiSemanaPassada


Até hoje não entendo o que que me deu naquele momento na mesa. Falo que foi pelas amigas que eu tenho da faculdade, que são meus anjos da guarda e minhas irmãs. No meu quinto semestre, eu fiz um workshop na faculdade: Criação de Estampas Localizadas Mixando Processos Digitais e Analógicos - 15/03/2017 eu nem tinha o programa baixado no meu computador, pedi emprestado para minha amiga. Ali, eu enxerguei um mundo de possibilidades como um simples rabisco poderia significar um produto muito maior. Ainda não sabia direito o que significava o Photoshop na minha vida, mas era um sinal.


Foi nesse mesmo ano, em 2017, que criei o Instagram da @gabrielapapelaria para divulgar meus desenhos. Sempre gostei de pintar, desde criança pintava todas as revistas da moranguinho e similares, sempre amava minhas aulas de artes e nossa contava os dias para comprar material escolar. Tenho esse lado artístico na genética da minha mãe. Minha avó materna desenhava nas telas e me dava para pintar. Ela pinta até hoje quadros belíssimos em óleo.


Uma amiga minha um dia levou na faculdade seus desenhos de aquarela e me encantei, pedi para ela me ensinar. Um dia ela foi na minha casa e pintamos um flamingo cada uma. Foi ai que ela uniu o famoso "útil ao agradável" - photoshop + aquarela. Com uma visão empreendedora, uni o artesanal com a tecnologia. Acho bonito como eu me vejo em meus desenhos, como cada pessoa tem seu traço pessoal. Pode pedir para 10 pessoas desenharem a mesma coisa, não vai sair igual.


Encontrei na papelaria uma maneira de expressar minha criatividade e o bom gosto que fui aguçando na faculdade de arquitetura. Esse ano de 2019, me formei em "Papelaria Fina e Encadernação" pela Escola O Velho Livreiro. Fiz também o curso Aquarela: Pigmentos Naturais pela Escola de Botânica. Fiz o Curso do Prata: Módulo Básico de Croqui | Módulo Básico de Ilustração | Algumas aulas particulares de detalhamento arquitetônico que na época ainda não tinha como curso.


Quis criar esse blog dentro do site para ter uma intimidade maior com vocês e poder compartilhar algumas dicas sobre esse universo artístico.


Espero poder demonstrar a paixão que tenho pela minuciosidade a vocês.



Beijos da Didi Salomini.

(meu apelido para os íntimos - considerei como meu nome artístico)



94 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page